Construção de moradias nos EUA cai menos que previsto em julho

WASHINGTON (Reuters) - O início de construção de moradias nos Estados Unidos diminuiu menos que o previsto em julho, com as empreiteiras começando a erguer unidades para satisfazer a demanda por aluguéis de apartamentos, enquanto o número de alvarás para construção futura caiu.

O Departamento de Comércio dos EUA informou nesta terça-feira que o início de construção caiu 1,5 por cento, para uma taxa anual com ajuste sazonal de 604 mil unidades. O total de junho foi revisado de 629 mil para 613 mil unidades.

Economistas ouvidos pela Reuters previam uma queda para 600 mil unidades no mês passado. Em relação a julho de 2010, a construção residencial aumentou 9,8 por cento.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

UOL Cursos Online

Todos os cursos