Vendas de materiais para construção registraram crescimento de 2,24 % em junho

SÃO PAULO, 19 de agosto (Reuters) - As vendas domésticas de materiais de construção registraram crescimento de 2,24 por cento em julho na comparação com o mesmo mês do ano passado, informou nesta sexta-feira a associação que representa o setor no país, Abramat. Em relação a junho, o varejo de materiais também apurou alta, de 2,64 por cento.

No ano até julho, o setor acumula expansão de 0,9 por cento nas vendas ante os sete primeiros meses em 2010. A Abramat estima alta anual de 5 por cento no faturamento da indústria de materiais no fechado de 2011. A previsão, entretanto, foi reduzida no mês passado em relação à meta traçada no início do ano, de aumento de 7 por cento.

Segundo a entidade, os números estão abaixo da expectativa para o segundo semestre, que deve ser favorecido pelo prorrogação da isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) até o fim de 2012, anunciada pelo governo no início deste mês.

"A manutenção desse benefício é decisiva no desempenho do setor. E, exatamente por isso, reivindicamos o aumento da lista de produtos beneficiados pela desoneração", afirma o presidente da Abramat, Melvyn Fox, em nota.

Em julho, as vendas de materiais de acabamento avançaram 11,7 por cento ano a ano, enquanto as de itens de base recuaram 2,46 por cento. Na comparação com junho, houve incremento de, respectivamente, 5,08 e 1,3 por cento.

A Abramat informou ainda que, no mês passado, o número de empregos gerados na indústria de materiais cresceu 5,76 por cento sobre julho do último ano e subiu 0,72 por cento ante junho.

(Por Vivian Pereira)

UOL Cursos Online

Todos os cursos