Preços de imóveis residenciais na China sobem em fevereiro

SÃO PAULO - Mesmo com as medidas adotadas pelo governo chinês para frear o avanço imobiliário no país, os preços de moradias nas grandes cidades chinesas continuam subindo, segundo levantamento realizado pelo Escritório Nacional de Estatísticas da China.

Em fevereiro, os valores de imóveis residenciais novos em 56 das 70 cidades analisadas pelo governo chinês tiveram aumento na comparação com o mês anterior. Em seis cidades, os preços ficaram estáveis e, em outras oito, diminuíram.

Já os imóveis usados tiveram seus preços elevados em 50 cidades no mês passado. Reduções foram constatadas apenas em quatro localidades.

Na comparação com fevereiro de 2010, as habitações novas ficaram mais caras em 68 das 70 maiores cidades chinesas.

As informações são da agência estatal chinesa Xinhua.

(Francine De Lorenzo | Valor, com agências internacionais)

UOL Cursos Online

Todos os cursos