Vendas de imóveis usados nos EUA caem em julho para menor nível do ano

WASHINGTON - As vendas de imóveis residenciais usados recuaram 3,5% nos EUA em julho na comparação com junho, para a taxa anual sazonalmente ajustada de 4,67 milhões de unidades, a mais baixa deste ano, disse a Associação Nacional dos Corretores de Imóveis do país (NAR, na sigla em inglês).

Economistas consultados pela Dow Jones previam alta de 4,0% das vendas, para a taxa anual de 4,96 milhões de unidades. O nível de junho foi revisado em alta, dos 4,77 milhões anunciados antes para 4,84 milhões.

O economista-chefe da NAR, Lawrence Yun, disse que muitos clientes estão evitando comprar imóveis agora, porque não conseguem financiamento dos bancos. "Os compradores potenciais representam a diferença entre uma recuperação desequilibrada e um mercado imobiliário muito mais robusto, que poderia estimular uma atividade econômica adicional e criar empregos", disse Yun.

O estoque de residências usadas à venda caiu ao final de julho para 3,65 milhões, o que significa uma oferta de 9,4 meses ao ritmo de vendas atual, mais que o período considerado saudável, que é de cerca de seis meses. O preço mediano de um imóvel em julho era de US$ 174 mil, 4,4% abaixo do de US$ 182,1 mil de julho do ano passado e muito aquém do de uma casa nova.

(Dow Jones)

UOL Cursos Online

Todos os cursos