Cavalera leva sua corte para a passarela e encerra o SP Fashion Week

Da Redação

  • Tuca Vieira/Folha Imagem

    Desfile da Cavalera, que encerrou o SPFW

    Desfile da Cavalera, que encerrou o SPFW

A 18ª edição do São Paulo Fashion Week foi encerrada em clima de superpodução com o desfile da Cavalera. Com muito tumulto na entrada do desfile, a marca de Turco Loco usou a família real brasileira como inspiração. O tema da coleção é "Luxo para todos".

A "princesa" Paola de Orleans e Bragança desfilou para a grife, e a modelo Caroline Ribeiro fez d. Maria, a Louca.

"Ficou decidido que o tema seria esse porque a fábrica da Cavalera fica no Ipiranga, bairro do museu, onde fizemos pesquisa sobre brasões e imagens da época do império", disse o programador visual Cacá Di Guglielmo.

Sob declamações de Lirinha, do Cordel do Fogo Encantado, o desfile começou com gelo seco na passarela de madeira, instalada sobre um galinheiro com aves falsas e ovos de ouro. Acima, um logo da marca em madeira com a inscrição "Boite" e um "x" em néon.

A Cavalera aplicou as referências históricas nas mangas, nos volumes de ombro, nas saias e nos vestidos e nos patchworks em várias peças.

Babados, rufo (tipo de gola) na camisa masculina, visual destroyed e saqueira sobre calças justas de cavalaria para os homens e pêlos de carneiro marcaram o desfile. Shortinhos curtos mostravam mais do que o "cofrinho" das meninas.

Saias em camadas, vestido trapézio volumoso e tricô verde e amarelo também estiveram presentes. As cores da coleção eram sujas, com pérola, azul turquesa, rosa, amarelo, ouro velho, verde império, entre outras.

As camisetas tinham brilhos bordados a mão. Uma das peças trazia o logotipo da editora Abril.

Ao final da apresentação, "garçons" se posicionaram ao lado da passarela elevada, com rolos de papel higiênico nas bandejas, enquanto os modelos voltavam para receber os agradecimentos com os estilistas J. Pig, Fabia Bercsek (que estreou no SPFW este ano), Emilene Galende, Fabiano Moutinho, Catarina Gushiken e Marco Amuse.

Na trilha, houve versões de "Satisfaction", de Benny Benassi, "I Was Made for Loving You Baby", do Kiss, e encerrou o desfile "In Between Days", do Cure, remixado com a "Nona Sinfonia", de Beethoven. Veja também|Cavalera usa estruturas da moda para contar história; veja comentário de Mariana Rocha|http://tvuol.uol.com.br/moda/entrevista/2005/01/25/ult2470u115.jhtm target=_blank

UOL Cursos Online

Todos os cursos