Casa de Criadores: Marcel Juppy mostra bailarinas suaves, mas irreverentes

CAROLINA VASONE
UOL Moda

  • Cláudia Guimarães/Divulgação

    Desfile do estilista Marcel Juppy na Casa de Criadores

    Desfile do estilista Marcel Juppy na Casa de Criadores

Uma caixinha de música, dessas com bailarina dentro, foi o ponto de partida da coleção de Marcel Juppy, apresentada nesta quarta (31), último dia da 18ª Casa de Criadores.

O desfile começou performático. Uma modelo num vestido branco, fazia pose em cima de um banquinho - como se estivesse do pedestal das caixinhas de música com bailarinas - enquanto Juppy, com uma brocha e dois baldes de tinta, um rosa, e outro amarelo cítrico, coloria o look com pinceladas ao longo da peça.

Estampa pronta, a modelo segue para a passarela e abre a apresentação, que tem o branco como cor predominante, em saias volumosas fazendo referência aos saiotes de bailarinas, mas sem tule ou armação: os tecidos são o algodão e a organza, em várias camadas com debruns de tons de verde e azul nas barras. Fitas aplicadas nos modelos formam babados duros e depois seguem lisas. O corte no viés aparece bastante na coleção, feita toda com trabalho de moulage (quando a roupa é criada no manequim).

A trilha com rock dos anos 80, com Siouxie and the Bachees, Eurythmics e The Smiths, dava um ar mais rebelde à leveza e ao romantismo dos tecidos e do branco.

UOL Cursos Online

Todos os cursos