Naomi Campbell quer processar "rei do botox", segundo Daily Mail

Londres, 4 mar (EFE).- A supermodelo Naomi Campbell quer processar o conhecido cirurgião Jean-Louis Sebagh, apelidado de "o rei do botox", em alusão ao famoso tratamento anti-rugas, por usar seu nome e imagem num anúncio, publica hoje o jornal britânico "Daily Mail".

A diva das passarelas quer processá-lo por dois anúncios publicados na revista "Hello!" que sugeriam que ela era um dos clientes famosos que visitam o cirurgião.

O anúncio publicitário mostra fotos da modelo, de 35 anos, e ressalta que Campbell "lhe deve ao doutor Sebagh seu biotipo imaculado".

Embora a modelo britânica não tenha negado que se submeteu a um tratamento de botox, Campbell ficou "furiosa" porque o médico utilizou seu nome para divulgar seu negócio, segundo o jornal sensacionalista.

Os advogados da modelo, diz a publicação, apelaram na segunda-feira passada ao Superior Tribunal de Londres, onde fizeram uma solicitação preliminar que pode levar a um julgamento.

Campbell "não apóia os produtos do senhor Sebagh". "Estamos tentando investigar como seu nome apareceu relacionado a ele", afirmaram os advogados num comunicado divulgado pela publicação.

No passado, a modelo negou ter se submetido a cirurgias estéticas.

"Não sou contra a cirurgia plástica, especialmente se sofresse um
acidente. Mas não o faria agora. Vivo com a esperança de ter herdado
uma pele tão boa como a da minha avó", chegou a dizer a estrela das
passarelas.

Há quatro anos, Campbell levou o "Daily Mirror" aos tribunais por
publicar que ela era viciada em drogas. Finalmente, os juízes da Câmara dos lordes, máxima instância judicial do Reino Unido, decidiram a favor da modelo, argumentando que a publicação invadiu sua privacidade.

UOL Cursos Online

Todos os cursos