São Paulo Fashion Week - Verão 2007

Moda masculina, vestidos curtíssimos e cores fluorescentes devem animar o verão

CAROLINA VASONE
UOL Estilo

  • Alexandre Schneider/UOL

    Coleções masculinas, como a de Alexandre Herchcovitch, são os grandes destaques desta edição do SPFW

    Coleções masculinas, como a de Alexandre Herchcovitch, são os grandes destaques desta edição do SPFW

Fim do São Paulo Fashion Week, 48 coleções apresentadas, de muitas das principais marcas do país. E a maior temporada de desfiles do Brasil desenha a cara - e o corpo - da moda do próximo verão, quando ele chegar lá para o final do ano.



Normalmente protagonistas dos melhores momentos fashion, as coleções femininas desta vez perderam espaço, para, pasmem, as roupas masculinas. São elas o grande destaque desta edição do evento, apontando o que estaria se configurando como um novo rumo do vestir dos homens.



Este "new look" é proposto por estilistas e marcas como Alexandre Herchcovitch, Cavalera, Ellus e Maxime Perelmuter. O eles que têm em comum: modelagem mais longe do corpo, que permite uma imagem bem masculina mesmo quando há profusão de cores e estampas raramente usadas com alguma frequência pelos moçoilos, ou quando o trabalho artesanal de rendas e bordados aparece enfeitando as peças que ainda assim ficam bem "machas".



Tudo isso apareceu para os homens. E ainda mais. A combinação de paletó com bermuda é aposta certa até para os mais convencionais. E para quem reclama e reclama que a moda masculina é sempre igual, chata e sem graça, há até possibilidades de um vestido, usado com muito bom humor por cima da calça e feito na verdade da junção de duas peças diferentes: uma saia pregueada com uma camiseta de malha. Para os interessados, é de Alexandre Herchcovitch a idéia.



Aos que torceram o nariz para as invenções masculinas, um aviso: o verão 2007 não foi feito para os tímidos ou discretos. A começar pelas cores. Elas são vibrantes, muitas vezes fluorescentes, em tons de laranja, amarelo e pink e também primárias, no vermelho, amarelo, verde, azul. E para os que já acharam um exagero, tem mais: um vestidinho amarelo ou uma blusa laranja vão cair bem, mas a idéia mesmo é das peças multicoloridas, com tudo misturado nma peça só.



Quanto aos comprimentos, outro escândalo. Serão curtíssimos. Saias, vestidos e shorts ficarão muito acima do joelho. Para compensar, as formas são amplas, soltas no corpo. O que quer dizer muitos vestidinhos trapézio, saias larguinhas e rodadas. No caso dos shortinhos, eles aparecem folgados, mas também em versões mais justinhas.



Nas estampas, etnia, geometria, listras e, claro, as clássicas flores do verão (mas não tão delicadas, mas sim maiores e mais "agressivas"). A onça, que no inverno não apareceu muito, volta tanto nas cores originais como mais divertida nos tons vibrantes e fluorescentes que devem animar o verão.



Macaquinhos, salopetes e jardineiras, que andavam escondidos há varias temporadas, também voltarão com tudo. As bermudas continuam no calor e são uma alternativa mais composta aos shorts e minissaias. Quanto às calças, elas estão coadjuvantes na próxima estação, mas quando aparecem, são inteiras justas, confirmando uma tendência que já vinha do inverno.

UOL Cursos Online

Todos os cursos