Givenchy fecha quarto dia de desfiles no Tênis Clube de Paris

CAROLINA VASONE
Enviada especial a Paris

  • AFP

    Desfile da Givenchy hoje (04) em Paris

    Desfile da Givenchy hoje (04) em Paris

Numa sala enorme e inteira branca, com passarela em forma de um grande quadrado, a Givenchy fechou, no Tênis Clube de Paris, o quarto dia de desfiles da semana de moda francesa, nesta quarta (4).

Nos looks da coleção, a feminilidade com força e personalidade apareceu tanto em peças com referências étnicas (destaque curioso para a estampa primitiva que lembra, coincidentemente, as giletes bordadas de miçangas da última coleção de Herchcovitch) como em recortes e detalhes geométricos, tendo o azul royal (um pouco mais escuro), o preto e o branco, com toques de dourado, como cores principais do seu Verão 2007.

O preto e o branco também pontuaram a coleção que leva o nome de Karl Lagerfeld, e que abriu o dia de desfiles. Vestidos curtinhos, ora mais soltos, ora com ajustes localizados, ganharam a companhia de uma brincadeira entre feminino e masculino em camisas e calças de alfaiataria justas, com interpretações muito graciosas como a camisa branca mais durinha com barra inteira pregueada e gravatinha branca acompanhando. Os saltos plataforma, dos sapatos em verniz, acabaram provocando a queda de várias modelos durante o show. Mas o diretor criativo da Chanel também pensou nas que têm dificuldade na arte do equilibrismo e criou sapatilhas baixas para fazerem par com o Verão 2007 de sua marca.

O tradicional vermelho de Valentino continua em algumas peças de sua nova coleção, mostrada nesta quarta, mas desta vez o estilista chama mais a atenção para a cartela de tons pastéis, coordenada pelo amarelo, que segundo Valentino, é o responsável pelo "toque ensolarado" da coleção. Os comprimentos são curtos, os muitos vestidos embabadados e leves em tecidos como a organza e o tule.

Nomes mais jovens e não tão conhecidos do grande público, o cipriota Hussein Chalayan e os belgas Dries Van Noten e Véronique Branquinho também mostraram seu verão 2007 nesta quarta. Chalayan chamou atenção especial para o seu desfile realizado num ginásio esportivo. A roupa, tecnológica, mudava e movimentava-se sozinha no corpo da modelo, que desfilava sobre a passarela polvilhada de cristais Swaróvski. No final do desfile, o vestido de uma das modelos foi "engolido" pelo chapéu que ela usava, deixando a moça completamente nua.

Verónique Branquinho fez uma moderna e clean brincadeira com as franjas dos modelos de vestidos dos anos 20 e mostrou coleção com muitas peças em malha e seda, sempre mais folgadas no corpo, com brilhos aplicados e alfaiataria muito bem feita.

Ainda desfilaram nesta terça Sophia Kokosalaki, Akris, Agnès B. e Loewe.

UOL Cursos Online

Todos os cursos