Chanel confirma: Microvestido agora é elegante

CAROLINA VASONE
Enviada especial a Paris

  • AFP

    Desfile da Chanel hoje em (06) Paris

    Desfile da Chanel hoje em (06) Paris

Eles já apareceram abusados nos desfiles para o verão brasileiro. Mas os europeus, desta vez, se mostraram muito, mas muitos centímetros mais ousados que nós ao levarem a idéia do minivestido ao máximo. Ou melhor, ao micro.

Em Milão as coxas magras das modelos já estavam à mostra. Em Paris, desfile após desfile lá vinham eles, quase indecentes se não fossem amplos, de Balenciaga a Vivienne Westwood, de Cacharel a Ungaro.

Até que chega Chanel, no segundo desfile desta sexta (6), em Paris, para tirar qualquer possível dúvida que ainda pudesse rondar os pensamentos femininos mais pudicos: sim, microvestido agora é elegante.

Karl Lagerfeld repetiu o comprimento que desenhou para a marca que leva seu nome - desfilada na última quarta (4) - e fez da mulher Chanel uma moça que é chique mostrando as pernocas. "A coleção está mais jovem do que na última edição", disse a empresária e consultora de moda Costanza Pascolato, depois de assistir ao desfile.

A combinação de preto e branco, a modelagem rigorosa e impecável, o desenho não volumoso mas à uma distância segura do corpo, dão carta branca aos vestidos e shorts curtíssimos da marca, que desfilou mais uma vez no Grand Palais, numa sala toda branca, com uma estrutura no meio da passarela, que lembrava as casas chinesas de chá.

Aos micros (vestidos e shorts) combinavam-se peças um pouco mais clássicas, que passavam dando a volta no cenário montado no centro, sob admiração de famosas como Victoria Beckham e Katie Holmes, mulher de Tom Cruise.

UOL Cursos Online

Todos os cursos