"Estilista do presidente", Ivan Aguilar deixa de lado o masculino e foca no feminino

RICARDO OLIVEROS
Colaboração para o UOL

  • Alexandre Schneider/UOL

    Desfile do estilista Ivan Aguilar na Casa de Criadores, na última terça (31/10)

    Desfile do estilista Ivan Aguilar na Casa de Criadores, na última terça (31/10)

O estilista capixaba Ivan Aguilar, que tem mais de vinte anos de moda masculina e o presidente Lula entre seus clientes, prestou mais atenção nas mulheres do que nos homens na coleção para o próximo verão, apresentada na Casa de Criadores, nesta terça (31). E acabou perdendo com isso.

Depois de um descolado desfile de inverno, apresentado no mesmo evento em março deste ano, a coleção masculina surgiu como se tivesse sofrido com a influência ou o tempo dedicado à criação dos vestidos "a la Balenciaga" do seu verão. Alçados à condição de coadjuvantes, seus ternos e jaquetas pareciam ter sido feitos para acompanhar seus vestidos de festa.

A seqüência "demi-couture" (ou seja, roupas semi-prontas que podem ser ajustadas nas lojas) em shantung rosa, por exemplo, tinha seu equivalente em blazeres e calças, assim como as peças femininas de cores metálicas em ouro, prata e cobre. Empréstimos de códigos femininos para o guarda-roupa masculino e vice-versa podem ser bem-vindos, mas neste caso, o excesso do efeito brilhante natural de alguns tecidos não caiu bem.

Aguilar reconhecidamente tem ótimos cortes e acabamentos na alfaiataria, mas acabou não se concentrando neste quesito. Se, em vez de Balenciaga, o estilista tivesse focado no clássico smoking de Yves Saint Laurent, talvez o resultado fosse mais equilibrado.

UOL Cursos Online

Todos os cursos