Tiffany lança, em Roma, coleção de jóias assinada pelo arquiteto Frank Gehry

da Redação

  • Reuters

    'Walt Disney Concert Hall", em Los Angeles, projetado por Frank Gehry

    'Walt Disney Concert Hall", em Los Angeles, projetado por Frank Gehry

Com lançamento mundial durante todo o ano por diversos países, a coleção da Tiffany, assinada pelo importante arquiteto Frank Gehry, teve seu lançamento oficial na Itália na última terça (8), em Roma.

Responsável pelo projeto do Museu Guggenheim de Bilbao, na Espanha, Gehry se inspirou em sua arquitetura para criar os pingentes, braceletes, colares e anéis que misturam pedras preciosas, ouro e madeiras raras.

No Brasil desde o final de setembro, a coleção já tem uma peça preferida das brasileiras, segundo a assessoria da marca no Brasil: o colar usado pela atriz Guilhermina Guinle na noite do lançamento.

Em Roma, duas modelos vestidas com colares, brincos, anéis e pulseiras assinados por Gehry animaram a apresentação à imprensa, seguida do usual "café da manhã da Tiffany" que aconteceu no segundo andar da loja italiana da grife.

Ao contratar o arquiteto, a Tiffany tenta repetir o milagre comercial das pulseiras de prata com um pingente de coração com a inscrição "Please return to Tiffany" (em português: "Por favor devolva à Tiffany"), vendida maciçamente e também muito imitado pelo mundo da falsificação.

"Heart Tag" (o nome atribuído à pulseira), nasceu há 7 anos e se tornou em pouco tempo a mais famosa pulseira da marca, inclusive pelo preço.

A Tiffany sempre realizou coleções 'democráticas' apreciadas tanto por um público jovem quanto por um não tanto. A idéia vigente era a de ter um objeto assinado, reconhecível, e a um bom preço. A filosofia das novas propostas assinadas por Gehry incluem também um bom preço partindo de um mínimo de 200 euros, até um máximo de 4.700 euros para jóias com brilhantes, explica a diretora da grife na Itália.

São seis novas coleções. Em "Fish", Gehry se inspira nos peixes, símbolo e ícone de seu trabalho. Aqui utiliza materiais como pedras, jade, ônix, quartzo, prata além de ouro amarelo, branco e negro, diamantes, entre outros. Os anéis são compostos de três a cinco peixes de dimensões diferentes que se movem da cabeça até a causa.

A coleção "Torque" é feita de jóias que inspiram movimento. Anéis e pulseiras rígidos que podem ser combinados de modo que possam ser usados, um, dois, três ou quatro de uma vez só.

Em "Orchid" o tema é a orquídea descomposta e utilizada como brincos de prata ou ouro branco, colares e outros acessórios.

Com "Equus" os diamantes são os protagonistas. Na coleção "Axis" são recuperados temas do sistema de estrutura arquitetônica. Na coleção "Fold" o arquiteto se inspirou na idéia do papel em diversos ângulos, para criar pulseiras em prata que ressaltam o design.

Acima, veja o álbum de fotos com peças da nova coleção e projetos arquitetônicos assinados por Frank Gehry.

(com informações da agência Ansa)

UOL Cursos Online

Todos os cursos