Rita Lee inspira camisetas e ganha exposição com curadoria de Amir Slama

da Redação

  • Jairo Goldflus/Divulgação

    A cantora Rita Lee em uma das fotos da exposição

    A cantora Rita Lee em uma das fotos da exposição

Diva do rock brasileiro, musa de várias gerações, primeiro com os Mutantes (nos anos 60), depois em carreira solo e letras safadas e debochadas que não só adultos, mas crianças cantavam (sem ter idéia do que podia significar "de quatro no ato") encantados com o papel celofane azul royal que formava o mar da capa do vinil com a cantora de flor no cabelo, Rita Lee completa 40 anos de carreira e 60 de idade este ano. Imagem irreverente e divertida, com seus cabelos vermelho fogo, os óculos redondos, a cantora é, indiscutivelmente, também uma personagem de estilo marcante.

Pensando em todas estas e mais algumas qualidades de Rita Lee, o estilista Amir Slama juntou elementos do histórico e do imaginário em torno da cantora para usá-los na criação de 15 camisetas, como inspiração para a coleção de inverno da grife de praia Rosa Chá (que agora também tem roupa de frio) e ainda para organizar uma mostra de fotos inéditas da artista. "A coleção aborda o universo urbano, metropolitano, com referências ao rock e a São Paulo. E de repente, me peguei ouvindo muito (as músicas de) Rita Lee. Foi então que resolvi me encontrar com ela. Acabei meio pautando toda a coleção nela, junto com o seu universo musical", diz Slama, referindo-se aos Beatles e a outros roqueiros que entraram no inverno da marca.

Da coleção para as camisetas, e dela para a exposição, foi um pulo.

Aberta na última terça (10) para convidados e a partir desta quarta (11) para o público, a mostra "Rock Urbano Ritz" (Ritz é o apelido de Rita Lee) traz imagens da cantora com as t-shirts e outras peças de roupa da coleção de inverno da Rosa Chá, registradas pelo fotógrafo Jairo Goldflus. "Ela mesma se dirigiu na sessão. Para as camisetas, criou algumas frases novas, sugeriu imagens, como desenhos que ela fez quando adolescente. E também fez algumas modificações, como trocar o 'Miss Brasil 2000' por 'Miss Brasil 3000', usado em uma das peças", conta o Slama.

Além das camisetas, há seis looks do acervo de Rita Lee, usados em capas de discos e shows, entre eles o vestido de noiva usado na época dos Mutantes (em 1968) e as famosas coroa e capa de santa. "Fui no acervo dela, fiz uma pesquisa e restaurei as peças", diz o estilista.

A exposição é gratuita, acontece na Fnac da avenida Paulista (SP), e depois deve viajar para outras cidades, como Rio de Janeiro, Curitiba, Goiânia, Fortaleza, João Pessoa.

As camisetas custam entre R$120 e R$250, com parte da venda revertida para o Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal - um coletivo de entidades que luta contra os maus-tratos aos animais - causa apoiada por Rita Lee. Para descobrir o endereço de lojas da Rosa Chá, acesse a página de Lojas de UOL Estilo Moda. (Carolina Vasone)

Serviço:

Exposição Rock Urbano Ritz
Quando: 11 a 16 de abril
Endereço: Fnac da Av. Paulista (acesso pela Alameda Santos, 960 - exposição no piso TS - Térreo Santos)

UOL Cursos Online

Todos os cursos