Amapô estréia no SPFW com desfile pró-apocalipse

FERNANDA SCHIMIDT
Do prédio da Bienal

  • Alexandre Schneider/UOL

    Look inverno da Amapô

    Look inverno da Amapô

A grife Amapô fez sua estréia no São Paulo Fashion Week com desfile de modelo-unicórnio e chifres retorcidos no Museu de Arte Moderna (MAM), nesta segunda-feira (21|), último dia do evento.

O início da apresentação foi performático. Sons de aplausos saíam das caixas, acompanhadas por gritos de "revolução!". Ainda no escuro, todos os modelos se posicionaram na boca da passarela, com um flash de luz revelando poses de luta. A iluminação retorna, e apenas uma modelo aparece, para assumir o desfile.

Sob o título de "Amapôcalipse" e trilha sonora do RPM, a dupla de estilista Carô Gold e Pitty Taliani mostrou um Inverno 2008 inspirado em seres híbridos, com chifres de unicórnios adornando cabeças de alguns modelos.

As estampas, como sempre, são o forte da coleção. Divididas em quatro padronagens, elas apareceram em vestidos - masculinos e femininos -, camisetas, calças, jaquetas. Os volumes eram, na maioria das peças, soltos, como no look mescla de vestido e calça saruel, com estampa de conchas em tons amarronzados.

Longas franjas quebravam o ar street dos moletons coloridos, utilizadas em mangas e até capuzes. O detalhe em couro também apareceu em calças, paletós, luvas e pochetes.

A cintura alta predominava tanto nos jeans - com boca larga para as meninas -, quanto na alfaiataria, que surgiu brevemente, como no conjunto de calça e colete com cauda e uma manga, ambos pretos.

Ao fim, gritos de Amapô vinham da platéia, com os convidados de pé aplaudindo orgulhosos a estréia.

UOL Cursos Online

Todos os cursos