Pontas-de-estoque se renovam e vendem até roupas de luxo por menos

OLIVIA HANSSEN
Colaboração para o UOL

  • UOL

    Vestidos de festa de grifes famosas como Walter Rodrigues, no outlet Mtrês, sai de 50% a 90% menos

    Vestidos de festa de grifes famosas como Walter Rodrigues, no outlet Mtrês, sai de 50% a 90% menos

As pontas-de-estoque e outlets, que haviam perdido espaço para brechós e afins, voltam com força e de maneira renovada. Em algumas a oferta é a de peças com pequenos defeitos vendidas por preços baixíssimos. Já outras se especializaram em marcas de luxo, vendendo moda sofisticada por menos.

Em uma vilazinha na Rua Cristiano Viana, em Pinheiros, estão juntas várias lojas deste novo conceito de ponta-de-estoque chique. Todas vendem produtos de marcas de luxo em ótimo estado, só que de coleções anteriores. A Marcas & Cia. by Maria Bonita vende Maria Bonita e Maria Bonita Extra, ambas com roupas e acessórios da coleção de um ano atrás com descontos de 60% a 70%. Lá vale a pena investir em peças para o dia-a-dia como vestidos (em torno de R$ 200) e sapatos e sandálias (de R$ 150 a R$ 200). Pode-se encontrar também a primeira coleção de calças jeans da Maria Bonita, que de R$ 450 baixaram para R$ 180. Os endereços batizados de Mhum (se diz "eme um", da letra "m" e do número "um"), Mdois e Mtrês (idem) são três outlets exclusivos especializados em calçados (Francesca Giobbi, Sarah Chofakian, Paula Ferber, entre outros), bolsas e acessórios (caso da Mhum), marcas internacionais como Armani, Gianni Versace, Wolford (Mdois) e marcas nacionais para o dia-a-dia e para festas (NK Store, Pelu, Fafá Oliveira e Flor, entre várias, na Mtrês). As peças têm descontos entre 50% e 90%, mas como se trata de produtos "prime" (ou de luxo) não vá esperando roupas a preço de bananas. O legal lá é investir em vestidos de festa de estilistas renomados (custam cerca de R$ 1.000), jeans importados da Jeans Hall (por volta de R$ 400) e peças em paetês de diferentes marcas e preços.

Aline Arruda/UOL

Aline Arruda/UOL

Vestido Maria Bonita Extra, com estampas de bandeirinhas sai de R$ 618 por R$ 247,20



Seguindo essa linha de outlet refinado, há também a ponta de estoque da loja italiana Max Mara. Localizada no Butantã, ela vende peças de coleções antigas com descontos de 60% a 70%. A loja comercializa também peças da grife Marina Rinaldi, com tamanhos maiores que vão do 46 ao 62. As duas marcas têm peças clássicas e atemporais e vale a pena comprar estas. Um tailleur de lã no outlet custa em torno de R$ 1.200, contra R$ 3.000 do preço "cheio" na loja. O valor continua alto, é verdade, mas é o tipo de peça tradicional e curinga que poderá ser usada muitas vezes. Também compensam os vestidos de festa de várias cores, comprimentos e materiais. Lá pode-se encontrar ainda sapatos, óculos e roupas para o dia-a-dia.

Do shopping ao galpão

O outlet da Ellus e Ellus 2nd Floor, localizado no Shopping Frei Caneca, se parece com qualquer loja da marca, só que vende peças de um ano atrás e de coleções mais antigas. Os descontos variam entre 20% e 70%. Procure pelas calças jeans com pequenos defeitos, que depois foram customizadas; elas custam entre R$ 98 a R$ 189 (na coleção atual da Ellus nenhuma calça sai por menos de R$ 229).

Já o outlet Levi's é bem tradicional, naquele estilo de ponta-de-estoque de antigamente. Localizado em um galpão na Lapa, oferece peças com pequenos defeitos e de coleções passadas com descontos de 40% a 60%. O bacana é que lá é que há mais de 20 mil peças e chega mercadoria toda semana. Tem que garimpar mais, mas dá para garimpar roupas com preços muito baixos. Os jeans femininos e masculinos custam de R$ 73 a R$ 199.

Aline Arruda/UOL

Aline Arruda/UOL

No outlet da Levi's, colete jeans sai por R$ 89



Outra ponta de estoque que segue esta linha "sem frescura" é a da Reebok, no Shopping SP Market. Lá pode-se encontrar peças com pequenos defeitos ou de coleções antigas. A variedade de tênis é bem grande. No fundo da loja ficam peças de segunda linha que têm pequenos defeitos de cola e costura, remarcadas com valores ainda mais baixos. No geral, o desconto varia entre 30% e 60%, dependendo do item.

Peças atemporais e caras + bons básicos

A dica é, nas pontas-de-estoque de luxo, comprar peças curingas e atemporais, já que os preços não são tão baixos assim. Como estas roupas têm qualidade e, portanto, duração maior, podem ser usadas como complementos de looks mais básicos - estes adquiridos nas pontas-de-estoque mais tradicionais - durante muito tempo.

Nos outlets de grifes famosas e mais caras, vale a pena investir também nos vestidos de festa, já que um bom corte e tecido fazem toda a diferença.

É importante lembrar, também, que apesar dos outlets e pontas-de-estoque serem cada vez mais parecidos com as lojas (todos mencionados acima têm provadores, por exemplo), grande parte não faz trocas nem consertos.

UOL Cursos Online

Todos os cursos