Osklen abre SPFW com moda "cool" e Kenzo na primeira fila

CAROLINA VASONE
Editora de UOL Estilo

  • Alexandre Schneider/UOL

    Daiane Conterato desfila coleção da Osklen, inspirada na chuva

    Daiane Conterato desfila coleção da Osklen, inspirada na chuva

Uma das marcas mais importantes do país quando o critério é a criação de moda contemporânea com um quê daqueles bem sutis, quase inexplicáveis de Brasil, a Osklen abriu a temporada de coleções para o próximo verão do São Paulo Fashion Week na tarde desta terça (17). Se na temporada passada surpreendeu os fashionistas com um colorido forte, um toque pop, de listras marcantes e contrastantes, desta vez a grife do médico e estilista carioca (também cônsul da Estônia, como informado na Folha de hoje) voltou ao estilo "cool" mais relaxado, cheio de frescor, conforto, sem porém perder o pulso na sofisticação e na forma.

Inspirado pela chuva, especificamente as tardes de chuva de verão, Metsavaht usou franjas de acetato (plástico) esbranquiçadas e transparentes ao longo da coleção, que brilhavam com a incidência da luz já no primeiro look, um vestido em malha cinza, franjas balançando modelagem solta, ainda não tão molenga quanto as calças de cavalo baixíssimo estilo saruel em linho dos homens, os vestidos com barras pontudas das mulheres, movimentando conforto; jamais desleixo. Pelo contrário. A pretensa despretensiosa coleção da Osklen revelava sutilmente construções pensadas de peças que ganharam glamour com o brilho não só das franjas mas do dourado e acobreado, vistos na parte de tricôs do verão da grife, como nos vestidos curtos femininos, dourado brilhando intenso, nas regatas masculinas. Tanto para homens quanto para mulheres, chapeuzinhos de aba curta, enfiados na cabeça, davam charme e completavam os looks, em versões de várias cores.

SPFW Verão 2009 - Osklen
COMENTE E ENVIE O VÍDEO


Mangas de blusas deslocadas, calças com cavalo baixo, formas arredondadas como a do macacão usado por Bruna Sotilli, comprido, costas decotadas com um pequeno detalhe na lateral, como um pregueado, além das faixas na cintura em looks monocromáticos masculinos, com calça também solta: tudo isso remetia a referências ao Oriente. Segundo Metsavaht, não foi intencional. O grande convidado desta edição do São Paulo Fashion Week, o estilista japonês Kenzo, aprovou a moda, seja ela de que parte fosse. "É muito moderno. Natural mas sem perder o 'shape' (a forma)", afirmou ao final do desfile para o UOL Estilo.

Na estamparia, destaque para os degradês de tie-dye em rosado, a estampa com base preta e tons de azul e verde como se fossem borrões de imagens quase aquareladas. Na cartela de cores, tons terrosos claros, dourado e o bonito verde intenso.

UOL Cursos Online

Todos os cursos