Valentino diz que documentário representou-o de forma sincera

Da Ansa, em Veneza

  • AFP

    O estilista Valentino na 65ª Mostra Internacional de Cinema de Veneza

    O estilista Valentino na 65ª Mostra Internacional de Cinema de Veneza

Para o estilista italiano Valentino, o documentário que mostra um pouco da sua vida, "Valentino - The Last Emperor", que passou na seção Horizontes da 65ª Mostra Internacional de Cinema de Veneza, retratou-o de forma bastante fiel.

"O filme mostra como sou com muita sinceridade. Os momentos de cólera, raiva, tédio, riso: sou eu no meu estado mais natural", comentou Valentino sobre o trabalho de Matt Tyrnauer, que arrancou aplausos dos convidados após a projeção.

"Não queríamos que fosse um filme favorável a nós. Preferiríamos que algumas coisas não fossem vistas, mas decidimos dar um voto de confiança e máxima liberdade" à equipe do longa, explicou Giancarlo Giammetti, companheiro e sócio do estilista.

Valentino também revelou que não sente muito à vontade em estar em um festival de cinema. "Eu me senti um pouco fora. Amo o cinema e estou ao lado de diretores excepcionais, como Mario Monicelli. Mas depois de assistir ao documentário, do qual gosto muito porque mostra com muita sinceridade o meu trabalho e o meu caráter, acredito que posso me integrar bem a esse festival", ponderou.

"Valentino: The Last Emperor" também será exibido no Festival de Toronto. Na Itália, o filme não chegará às salas de cinema, mas sairá diretamente em DVD.

UOL Cursos Online

Todos os cursos