Rapper lança primeira grife italiana de hip hop com referências à crise

Da Ansa, em Milão

O rapper italiano Gue Pequeno, do grupo Club Dogo, lançará no sábado a primeira grife de seu país inteiramente dedicada ao hip hop, a Recession (Recessão), que em sua primeira coleção trará peças que aludem à crise econômica internacional.

A princípio, a marca usará a internet para comercializar quatro modelos de camiseta. Um deles levará a estampa de uma cédula de 500 euros. Segundo Pequeno, a ideia é fazer uma crítica ao consumismo em tempos de turbulência global.

"Decidimos enfrentar a crise com uma camiseta estampada com a imagem do grande objeto de desejo de hoje, uma nota de 500 euros", explicou o rapper.

Até hoje, a moda hip hop na Itália se limitava a algumas marcas de streetwear que produziam peças em colaboração com rappers. "Estávamos cansados destas criações", ressaltou Pequeno.

Ele afirmou que, por ora, sua grife ainda trabalha de maneira artesanal, mas não descartou ampliar o negócio futuramente, com produções maiores.

Segundo Pequeno, a "Recession não é só uma marca, mas um movimento que mescla um estilo de vida com criatividade para combater a crise econômica".

Nos Estados Unidos, alguns rappers já lançaram grifes próprias dedicadas ao hip hop, como o californiano Snoop Dog, com a Rich and Infamous, e Jay Z, criador da RocaWear.

UOL Cursos Online

Todos os cursos