"Quero fazer roupa para todos os estilos", diz Joelma, do Calypso, sobre sua grife

FERNANDA SCHIMIDT

Da Redação

A cantora Joelma Mendes, da Banda Calypso, levou seu estilo extravagente dos palcos para as araras com a criação da grife Calypso Vest, toda inspirada na Amazônia. São vestidos, camisetas, blusas tomara-que-caia, em produções sempre coloridas, que abusam dos decotes, dos comprimentos curtos e de pela à mostra.
  • Divulgação

    A cantora Joelma Mendes posa com peças de sua grife Calypso Vest


Joelma não está interessada nas tendências do mundo da moda. "O projeto foi feito para gerar emprego na minha cidade [Almeirim, no Pará], mas sem poluir as margens do rio. E eu adoro roupa", explicou a cantora, que acompanhava quando criança os trabalhos da mãe, costureira desde os nove anos de idade.

O ponto de partida para as coleções - pensadas por Joelma e criadas pelo estilista Marcos Brandão - é a Amazônia. De lá, vêm as referências para estampas e modelagens. "É para colocar a Amazônia na roupa, uma região que eu conheço como ninguém e é muito rica, com toda sua fauna e flora. Fiz uma coleção só de animais, como se eles estivessem abraçando as pessoas", contou em entrevista ao UOL Estilo sobre o conceito que permeia a moda de sua marca.

Integrante de um dos grupos mais populares do país, Joelma vende suas criações com preços que variam de R$ 20 a R$ 250. "Quero fazer roupa para todos os estilos, bem casual", disse.

O próximo passo, segundo ela, é refinar as criações. "Estou pensando em fazer umas coisas mais elaboradas. Estamos montando nossa própria estamparia agora. Mas ainda não tenho mão-de-obra qualificada. Estou batalhando para o povo aprender as técnicas", contou Joelma, que contratou pessoas para ir a Almeirim dar cursos de capacitação à população local.

Um desfile é planejado para o primeiro semestre deste ano, apresentado no programa "TV Xuxa", da Rede Globo.

UOL Cursos Online

Todos os cursos