Automobilismo fashion e sensualidade burlesca salvam quarto dia da monotonia

CAROLINA VASONE

Editora de UOL Estilo

A abertura e o encerramento do quarto dia do São Paulo Fashion Week salvaram a moda da monotonia no último sábado (12). Os responsáveis por encher os olhos dos fashionistas com alguma novidade de moda foram Reinaldo Lourenço e Lino Villaventura.

  • Montagem/Alexandre Schneider/UOL

    Looks dos desfiles de Reinaldo Lourenço e Lino Villaventura, respectivamente (12/06/2010)

Reinaldo se inspirou no automobilismo, nos anos 60 ao estilo Courrèges e no próprio repertório de detalhes artesanais delicados da moda festa e influência forte da alfaiataria para criar coleção com a virilidade deste esporte, extremamente masculino, e a feminilidade de tecidos transparentes e flores de seda bordadas. As curvas dos carros e dos uniformes aparecem para quebrar a languidez das peças em construções bem-feitas, contemporâneas com toque retrô, com personalidade marcante e doce ao mesmo tempo.

Já Lino Villaventura fechou a noite com uma explosão de cores e peças que se movimentavam com efeito de mola, trabalhos artesanais primorosos, plissados de vários jeitos, nervuras mil às vezes numa mesma peça. Um exagero intencional e planejado típico do estilo do designer, que desta vez usou como tema a sensualidade. Ao seu modo, claro. Assim, o desfile começa em preto e branco com Viviane Orth inteira vestida e vai mostrando gradativamente mais pele, em meias multicoloridas recortadas, shorts com volume estruturado no quadril, terminando em vestidos curtos amassados e xadrezes, super usáveis na vida real, uma surpresa na passarela do estilista.

Além de Reinaldo Lourenço e Lino Villaventura, a Animale também oferece uma opção de roupa com bastante identidade própria, com mistura de detalhes esportivos a um estilo futurista industrial por meio de mistura de materiais como o couro com stretch e a renda de algodão.

Em estreia no SPFW, Adriana Degreas - que trouxe Eva Herzigova e Shirley Mallmann, duas modelos importantes acima dos 30 para a sua passarela - acertou a mão nos bonitos modelos de biquíni e maiô estilo lingerie. Também nos bodies com parte de cima molenga, em peças com drapeados e franzidos. Não é feliz, porém, na confecção e também na harmonia dos volumes feitos de flores e franzidos de tecido que pareciam fuxicos, numa tentativa de alcançar uma imagem no estilo alta-costura.

Neste domingo desfilam as grifes Do Estilista, Neon, João Pimenta, Paola Robba, Amapô, Mario Queiroz e Colcci, com Gisele Bündchen e Reinaldo Gianechinni em cena.
 

UOL Cursos Online

Todos os cursos