Poderosa do FMI, Christine Lagarde também é ícone de estilo

CIBELE B. COSTA

Colaboração para o UOL, em Berlim

  • Getty Images

    Christine Lagarde com trench coat claro e lenço

    Christine Lagarde com trench coat claro e lenço

Primeira mulher a ocupar o cargo de diretora geral do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde encarna com harmonia a carreira de politica e a feminilidade. Sem negligenciar jamais seu estilo, ela chama a atenção pela elegância e discrição.

Uma das mulheres mais importantes do cenário politico mundial, a francesa de 55 anos é conhecida pelas charmosas madeixas grisalhas, o bronzeado constante e a postura chique diante das câmeras.

À frente do FMI desde o dia 5 de julho, a política e ex-campeã da equipe francesa de nado sincronizado não faz papel de diva na ‘vida real’. Christine mantém algumas paixões bem comuns, como Coca-Cola light, joias (sobretudo pérolas), chocolate e mandar SMS. Mãe de dois rapazes, Pierre-Henri, 24, e Thomas, 22, e separada de seu primeiro casamento, ela vive há cinco anos uma relação à distância com o empresário Xavier Giocanti, de Marselha.

Conheça o estilo de Christina Lagarde
Veja Álbum de fotos

Praticante diária de ioga, vegetariana e abstemia de álcool, Christine aparece sempre imponente e desenvolta em meio à maioria absoluta de homens no cenário político. Ex-ministra da Economia e das Finanças da França, ela foi eleita em 2009 pela revista "Forbes" a décima sétima mulher mais poderosa do mundo; o "Financial Times" a apontou como a Ministra das Finanças do Ano; e o jornal "Wall Street Europa" a elegou a quinta mulher de negócios mais importante do velho continente. Para completar a lista de títulos, Christine detém a insígnia de cavaleiro da Legião de honra da França.

Dona de um corpo atlético - graças ao passado de nadadora –, ela costuma optar pelo guarda-roupa em tom pastel para ressaltar o bronzeado e a cabeleira grisalha natural. A maquiagem, sempre suave, ajuda a salientar os olhos claros. Quando investe em terninhos e vestidos escuros, lança mão de um acessório de cor viva para iluminar o look, como lenços, em variados tons. Amante das grifes francesas, Christine é facilmente vista com bolsas Hermès, sapatos Louboutin, vestidos e tweeds Chanel, e costuma assistir aos desfiles da Dior nas semanas de moda parisiense da primeira fila. Quando é fotografada à noite, em cerimônias oficiais ou em festas, a diretora do FMI opta por cores alegres e vibrantes em vestidos esvoaçantes, tailleurs e peças hibridas.

Um detalhe interessante na carreira de Christine é que depois de ser eleita Ministra da Economia e Finanças francesa, ela pediu que mudassem o carpete do Palácio do Eliseu para um com estampa de zebra. Enquanto alguns acharam escandaloso, a politica declarou considerar a troca fantástica.

UOL Cursos Online

Todos os cursos