Governo do Irã fecha revista feminina em circulação há 16 anos

Autoridades do Irã fecharam uma das revistas femininas mais conhecidas do país, informou nesta quarta-feira a agência de notícias iraniana INSA.

De acordo com uma fonte anônima citada pela agência, a revista Zanan foi fechada porque publicou matérias sobre crimes contra mulheres no Irã.

Segundo a INSA, a fonte estava presente na reunião do Departamento de Supervisão da Imprensa, onde a revogação da licença da revista Zanan foi votada.

A fonte comenta ainda que, segundo os membros do departamento que realizou a votação, as matérias publicadas pela revista "ameaçavam a saúde espiritual, mental e intelectual de suas leitoras, e davam a impressão de que a sociedade não estava segura e prejudicava a situação das mulheres na República Islâmica".

Em uma entrevista à INSA, a editora da Zanan, Shahla Sherkat, declarou que ainda não tinha sido informada pelas autoridades sobre a revogação da licença da revista.

A Zanan era uma publicação mensal. A primeira edição da revista foi publicada em 1992 e desde então 151 edições já foram publicadas.

UOL Cursos Online

Todos os cursos