Primeiro hotel só para mulheres é aberto no Oriente Médio

O primeiro hotel do Oriente Médio exclusivo para mulheres foi aberto em Riad, na Arábia Saudita, um país onde, de acordo com a lei, as mulheres têm que se cobrir da cabeça aos pés e são separadas dos homens em geral em locais públicos.

O público alvo são executivas urbanas em viagens de negócios, mas o hotel também espera receber a visita de estrangeiras residentes no país em seu spa, além de moradoras de Riad que queiram aproveitar os serviços "apenas por diversão".

Apresentando-se como um "hotel butique", o Luthan, que significa "escapada", se oferece como "um refúgio das pressões cotidianas".

Segundo a direção, a resposta a um hotel exclusivo para mulheres tem sido extremamente positiva.

Piscina 24 horas
O prédio conta com 25 suítes e oferece serviços 24 horas por dia, que incluem uma piscina e um spa com aulas de ioga e ginástica.

Nos outros hotéis, normalmente, a piscina tem horários limitados para as mulheres. Além disso, as hóspedes não precisam vestir o traje islâmico - obrigatório em público - quando estão dentro do hotel.

Segundo a gerente, uma vez no prédio, é como se as mulheres estivessem em qualquer lugar do mundo. Autoridades do setor de turismo presentes na inauguração encorajaram outras mulheres a investir em hotéis semelhantes em todo o reino.

Já há hotéis exclusivos para mulheres nos Estados Unidos, Berlim e na antiga Iugoslávia. Na Grã-Bretanha, um hotel oferece um andar exclusivamente para as mulheres. Teerã e Mumbai têm serviços de táxi exclusivos para mulheres.

UOL Cursos Online

Todos os cursos