Arrumar a casa pode melhorar relacionamento amoroso e sexual

ROSANA FERREIRA
Da Redação

Arrumar a casa pode ser um dos caminhos para melhorar um relacionamento em desarmonia. Pelo menos é o que prega a terapeuta de casais, Cláudya Toledo, que acaba de lançar o livro “Sexo e Segredos dos Casais Felizes” (Editora Alaúde, R$ 15,99).

 

“Meu trabalho terapêutico passa pelo diagnóstico da casa. Como não conseguimos ver os sentimentos e a sexualidade das pessoas, a casa dá uma boa noção da relação do casal”, explica Cláudya.

 

Para a terapeuta, não basta que um casal esteja junto para que uma relação seja completa, franca e gratificante. É preciso investir na relação dia a dia. “Pesquisas mostram que a falta de sintonia e de prazer na cama é um dos aspectos que sabotam os relacionamentos. Assim, é preciso manter o desejo sempre vivo e espantar a rotina”, diz. E isso deve começar em casa.

 

Cláudya, portanto, trata do assunto percorrendo uma casa para tocar em vários aspectos relacionados a cada ambiente e que se referem ao casamento e à temperatura sexual do casal.

 

Nesse percurso, a terapeuta indica posturas em cada ambiente. Na sala de estar, o casal deve manter um bom diálogo e traçar objetivos em comum; na cozinha, deve preparar coisas juntos, um para o outro; na sala de jantar, deve respeitar as diferenças, cooperar e manter rituais familiares; no banheiro, cultivar individualidade, limpeza e preparação para o outro; na lavanderia, é o lugar ideal para “lavar a roupa suja” e, finalmente, no quarto do casal, eles devem preservar e desenvolver momentos de intimidade e nunca dormir brigados. Confira mais dicas abaixo:

 

  • Getty Images

    A sala de estar é o lugar para descontrair, conversar e até começar o sexo, por isso deve ser confortável e convidar a permanecer no ambiente

SALA DE ESTAR
É o lugar para se reunir com descontração, falar sobre assuntos agradáveis e prazerosos, contar sobre o seu dia, planejar, resolver questões práticas e ouvir música. É o lugar também para perceber como o outro está - feliz ou triste, satisfeito ou insatisfeito, cansado ou disposto – e começar a conquista ou mesmo o sexo. Portanto, o ambiente precisa ser aconchegante e gostoso para ficar: sofás macios, tapetes, almofadas e aromas, além de iluminação intimista, com abajures ou luz indireta. Quando um cômodo da casa está desajustado, pelo excesso ou falta de móveis e objetos, ou pelo uso incorreto de acessórios, essa desarmonia reflete-se nos moradores. Ou o contrário: o desconforto começou dentro, nos moradores, e foi parar fora, na casa. Não importa, nos dois casos, não há bem-estar. Nesse caso, observe se a sala é aconchegante e convida para um bom papo. Tudo está funcionando ou você está acumulando muitas coisas velhas que não servem mais? Se esse for o caso, jogue no lixo, doe, renove e mantenha sua sala – e sua relação – sempre arejada, com janelas abertas, deixando a luz entrar. Dica: evite ligar a TV sempre, pois você acaba assistindo a vida na pele dos personagens e deixa a sua passar.

 

COZINHA
A máxima “Você é o que come” se aplica aqui, já que seus hábitos alimentares determinarão o corpo e a saúde que você terá. Quando a alimentação é ruim ou exagerada reflete-se na saúde, na autoestima e, consequentemente, na disposição e no desempenho sexual. Que tal optar por uma alimentação saudável e cozinhar juntos? A mulher pode criar o cardápio e conduzir o homem no preparo do jantar. Como também o contrário, já que há ótimos cozinheiros. É boa forma de compartilhar, cooperar, divertir-se, experimentar novos sabores, aromas, texturas e “esquentar“ o clima para o que vem depois do jantar. Fisicamente, portanto, a cozinha deve estar com todos os equipamentos funcionando. O fogão, por exemplo, deve ser limpo e utilizado diariamente. Para criar um estado de abundância e prosperidade dentro de casa é bom ficar atento ao estado de conservação dos alimentos e dos equipamentos, como também elevar a qualidade dos alimentos, o que não significa dieta cara, mas saudável e fresca.

 

  • Getty Images

    Sentar à mesa é como um ritual que deve ser feito todos os dias, mesmo que seja para um lanche. Por isso, a dica é sempre caprichar na arrumação

SALA DE JANTAR
É o local de compartilhar – alimentos, momentos, energias, ideias. Sentar à mesa é como um ritual que deve ser feito todos os dias. Comer sozinho, sentado à mesa, fortalece o individual. Comer a dois, em casal, um de frente para o outro, fortalece os laços. E comer em família fortalece a família. Nesse ambiente, a mesa de jantar é a protagonista, então arrume-a como ritual. Mesmo sendo simples, é importante manter a disposição dos talheres, copos e pratos. Decore com flores e, se quiser criar um clima romântico, use velas. E, mesmo se fizer um lanche, sirva-o na mesa. Evite assuntos desagradáveis e prefira bons temas para o bate-papo. Não coma com pressa, fazendo bagunça no prato e nos sabores. Ensine bons hábitos aos filhos, como pedir licença ao sair, ter higiene, respeito e educação ao comer. Tente entrar em sintonia com o par ao comer, pois isso provavelmente vai afinar o ritmo sexual na cama. Imagine alguém que come rápido e você degusta a comida calmamente. Saiba que esse comportamento ansioso e afoito na mesa pode acontecer na cama também.

 

BANHEIRO
Além da limpeza do corpo, o banheiro é apropriado para a faxina dos pensamentos e das emoções. No entanto, é o lugar que mais pode levar o casal a brigar. Cabelos por todo lado, xixi fora do vaso, calcinhas penduradas para secar. Como anda a sua etiqueta no banheiro? Em resumo, a dica é: não deixe suas marcas. Passe despercebido, sem deixar pistas. Isso demonstra educação e preocupação com o outro. O banheiro deve estar sempre limpo para haver conforto e satisfação durante a permanência nele. A tampa do vaso sanitário deve ficar sempre fechada, assim com a porta. Se apresentar cheiro estranho, use um perfumador de ambientes (difusor com óleo, incenso ou spray). O cuidado é essencial, já que é o lugar onde você se prepara para o encontro com o parceiro.

 

  • Getty Images

    A lavanderia lembra a importância de conversar sobre o relacionamento, mas não precisa ocorrer necessariamente nesse local

LAVANDERIA
Seguramente, roupas em dia, lavadas e passadas remetem a bom relacionamento e bom sexo. A lavanderia, portanto, lembra a importância de discutir a relação. É claro que a conversa não precisa ser necessariamente nesse ambiente da casa, mas o importante é que se reserve um local e um momento adequado para isso, assim como se faz com as roupas na lavanderia. Certamente o casal que mantém o hábito de conversar sobre as diferenças sobrecarrega menos a relação. Mas, se o casal conversa pouco, não acerta suas diferenças e acumula lixos emocionais, quando chega a hora de lavar roupa suja é um desastre. Fala-se de tudo, de assuntos do passado, de brigas resolvidas. O melhor é estabelecer um lugar neutro e público para discutir a relação e resolver a situação de forma civilizada. Conselho: marido e mulher devem se arrumar para isso, como se fosse um compromisso para manter a autoestima de cada um. A conversa deve ser encarada como uma chance para manter a relação.

 

QUARTO DAS CRIANÇAS
O nascimento de uma criança é um momento de felicidade para o casal, mas a rotina muda completamente. Antes ditada pelo casal, passa a ficar condicionada pelo ritmo do bebê. Muitas novas mães perdem o apetite sexual nos primeiros tempos, por conta dos hormônios, cansaço e atenção totalmente voltada ao bebê. Há maridos que ficam no seu canto, outros que brigam e se ressentem com a mulher, pois se sentem abandonados. O ideal é que o homem participe e ajude, dando atenção à mulher e ajudando a cuidar do bebê. É preciso ter em mente que é uma fase. Portanto, os filhos não podem ser uma desculpa “eterna” para que o relacionamento dos pais, principalmente o sexual, seja morno ou inexistente. Se não podem sair para jantar, por exemplo, preparem algo em casa a dois ou peçam por telefone. Enquanto o bebê dorme, aproveitem as horas a sós. É bom lembrar: o filho deve se acostumar a dormir no seu próprio quarto, e não no meio dos pais.

 

  • Getty Images

    Local de maior intimidade do casal, o quarto deve ser claro e, de preferência, sem TV, para não interferir na energia do casal

QUARTO DO CASAL
Lugar de maior intimidade do casal, o quarto é geralmente o cômodo onde acontecem as relações sexuais. Por isso é importante prepará-lo e também se preparar. O quarto deve ser claro, e os objetos decorativos devem estimular a energia do número dois. Para isso, utilize símbolos em pares. Evite TV ou outros aparelhos eletrônicos no ambiente, pois eles podem interferir na energia do casal. Se tiver, na hora de dormir, desligue-os da tomada. Aos casais que possuem suíte, é importante fechar a porta do banheiro antes de dormir para evitar que a energia do banheiro migre para o quarto durante a noite. Porém, não deixe o quarto sem ventilação durante o sono. Atrair sexualmente o parceiro e a parceira é essencial para alimentar a intimidade nesse espaço. A mulher pode ressaltar sua aparência, e o homem usar sua sedução com palavras e toques, sem pressa.

 

 

UOL Cursos Online

Todos os cursos