Como adaptar um baú à decoração? Ele pode ser usado como mesa ou criado-mudo?

Marcel Steiner

Marcel Steiner

Leia todos os artigos
  • Divulgação

    Baú Xangai da loja Espaço Til. A peça é feita de madeira chinesa

    Baú Xangai da loja Espaço Til. A peça é feita de madeira chinesa

Novos ou antigos, os baús podem fazem uma grande diferença na decoração. Além de charmosos, são peças úteis, que servem para guardas objetos ou como apoio em salas de estar. Baús antigos, geralmente, vêm com boas histórias para contar. Quem nunca ouviu falar de uma peça que acompanhou uma tia avó durante sua viagem ao Brasil no início do século passado? Ou encontrou uma relíquia em alguma casa antiga, caindo aos pedaços?

Aqui em casa tenho um pequeno baú muito simpático, que foi encontrado por meu pai em uma casa bem velha, em processo de demolição. Apesar da aparência, a peça estava em ótimas condições. Bastou uma ligeira restauração para que seu brilho e beleza fossem recuperados. Meu pai mandou pintá-lo nas cores originais, mas confesso que preferia o baú do jeito que foi encontrado, com a pátina do tempo. Hoje ele serve como aparador para aparelhos eletrônicos ligados à TV. E aproveito o espaço interno para guardar cabos, manuais e uma caixa de ferramentas. Veja abaixo onde e como usar um baú na sua casa e clique aqui para ver uma seleção de modelos.

• Se você encontrar um baú incrível e quiser usá-lo na decoração, certifique-se de que não há cupins na madeira. Se houver, uma descupinização pode resolver o problema. Mas é preciso ter certeza de que a peça está em ordem para, inclusive, não comprometer outros móveis da sua casa.

• Não tente restaurar um baú antigo sozinho. Esse trabalho é indicado para profissionais especializados. Procure uma loja de antiguidades na sua cidade e peça dicas de mão-de-obra especializada no assunto.

• Nem todo mundo tem a sorte de encontrar uma peça antiga ou herdá-la. Felizmente, baús são encontrados com facilidade em antiquários em todo o Brasil. Nesse caso, exija um certificado de procedência e autenticidade, se estiver comprando uma antiguidade. Existem lojas que apenas maquiam móveis novos e vendem como se fossem relíquias.

  • Baús de couro importados da Ásia; produtos são vendidos no Empório Vieira Santos


• No passado, baús eram usados como malas, principalmente em viagens transatlânticas. Vários imigrantes (a maioria sem muito dinheiro) chegavam ao Brasil com todos os seus pertences em um grande baú. Muitas dessas peças eram extremamente pesadas, para evitar roubos. E algumas (as mais valiosas) possuíam fechaduras secretas bem elaboradas, fabricadas por companhias européias, que construíam baús com o que havia de mais tecnológico na época.

• A melhor utilidade para um baú é servir como mesa de centro. A combinação de uma ou duas peças no meio da sala de estar pode ficar muito bacana. Se a superfície delas não estiver totalmente plana, uma dica é colocar uma bandeja de madeira para apoiar copos e taças na sala de estar.

• Baús também podem servir como bancos (se tiverem boa altura e boa resistência), armários em banheiros espaçosos (para guardas toalhas) e aparadores de TV, como é na minha casa.

• Um amigo tem uma arca imensa, com quase 2,5 metros de largura, no banheiro. A peça foi comprada de um marceneiro no interior de Minas Gerais e havia sido feita pelo avô do profissional. Ainda que não estivesse à venda, o negócio foi fechado por um valor bem razoável.

• Em quartos de bebês, os baús também podem ficar bem simpáticos. E quando as crianças estiverem maiores, vão adorar guardas os brinquedos a sete chaves.

• Nos quartos, baús servem como armários para roupa de cama. Se você tiver espaço, o ideal é deixá-lo na frente da cama, servindo como apoio para trocar de roupas e tirar os sapatos. Eles também podem funcionar muito bem como criado-mudo.

• Existem no mercado vários baús novos, com cara de antigo, que funcionam muito bem na decoração. A vantagem é que as ferragens são novinhas e muitos deles já vêm adaptados para funcionar como bar, com espaço para garrafas e copos. E numa casa de campo ou de praia, por que não guardar jogos de tabuleiro dentro de um baú?

• Mesmo que sua casa tenha uma decoração moderna, um baú pode dar aquela quebrada e deixar o ambiente mais acolhedor. Gosto de misturar peças contemporâneas e antigas e, geralmente, isso é o que melhor funciona no meu trabalho.

• Ultimamente, tenho visto baús muito bem executados, importados do Oriente. Uma peça grande, revestida em laca chinesa vermelha ou preta, pode ser um bom trunfo na decoração. Baús novos, feitos em chapas de alumínio, muito usados em produção de cinema, também podem funcionar bem. Use sem medo!

Marcel Steiner

Marcel Steiner é designer de interiores e mestre em história e crítica da arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos